26/10

O turismo está voltando aos poucos em viagens mais curtas por destinos próximos. Que tal quebrar a rotina aproveitando o feriado de 2 de novembro, que cai na segunda-feira?  Em três dias, além das praias, dá também para curtir a noite, fazer esportes, comer muito bem, dançar e até visitar uma fazenda de cacau

 

 

DIA 1

Praia é programa obrigatório por lá. Comece pela mais famosa da cidade, com a melhor infraestrutura de pousadas e restaurantes. A praia da Concha, onde está a Villa Maeva, é formada pelo encontro do rio com o mar, uma enseada deliciosa. Por lá, dá para alugar equipamentos para esportes náuticos como caiaque e stand up. E não perca o pôr do sol no Mirante do Xaréu, na ponta esquerda da praia. É animadíssimo, com direito a som de violão e gente bonita para aplaudir o fim do dia. 

A noite em Itacaré acontece principalmente na Rua Pituba e é lá que você vai escolher seu programa noturno nestes três dias. Uma sugestão é jantar no Manga Rosa,  que abriu bem pequenininho e cresceu graças à boa mão dos donos, tendo hoje um espaço amplo e bem decorado. Experimente o Risoto de Camarão com Queijo, prato perfeito para comer e ir descansar bem leve. 

 

 

 

DIA 2

O segundo dia deve começar com um café de rei. Afinal, a dica é conhecer as praias distantes, que exigem trilhas para serem alcançadas. Um mesmo caminho, no km 12 da BA001, leva às Praias de Engenhoca, Havaizinho, Camboinha e Itacarezinho – a trilha das 4 praias para quem tiver disposição. São 4 km de caminhada no total com  várias chances de fotos de tirar o fôlego. É bom levar água e um lanchinho, pois estrutura grande só em Itacarezinho, um lugar lindo com uma bela barraca de praia. Se fizer esse roteiro com agências ( pergunta na pousada) pense em incluir uma visita à Cachoeira de Tijuípe, a 8 km apenas, e terminar o dia num mergulho de água doce. 

 

DIA 3

Último dia...já com saudade? Sim, pois Itacaré merece e oferece lazer para muitas viagens! E para ficar com gostinho de quero mais, esqueça as praias que ainda pode visitar e faça um passeio até Taboquinhas, povoado a apenas 7 quilômetros, para conhecer a Vila Rosa Cacau & Cultura. É uma fazenda bem antiga, nas margens do Rio de Contas, com uma produção artesanal de chocolate vendida na lojinha – trufas recheadas de mil sabores, entre outros produtos. A visita guiada, com contação de historias da época dos coronéis, apresenta também as dependências da casa da fazenda e as plantações de cacau. A Vila é passagem para quem quer visitar as piscinas naturais formadas pelo rio e também para os que vão se aventurar no rafting pelas corredeiras, outra atividade muito procurada. 

De volta, faça umas comprinhas nas barraquinhas de artesanato de Itacaré. Além de dar uma força para o desenvolvimento da região, você leva objetos diferentes em palha e madeira. Feche seu roteiro gastronômico no Jiló, chegando cedo porque é bem concorrido em qualquer época. A preparação dos pratos é numa grelha aberta, logo na entrada do restaurante, que fica tomado por um aroma delicioso. Aposte nos peixes do cardápio e na sobremesa de sorvete com banana flambada e amendoim. Fim de viagem e volte sempre!