12/09

Na enorme lista do que fazer Itacaré, quem ama a natureza pode acrescentar mais uma: o turismo de observação de aves. A região, dominada pela Mata Atlântica, é rica em diversas espécies e perfeita para o birdwatching, que é prática turística da observação das aves em seu habitat, sem interferências. A ordem é entrar pela Mata, apreciar o verde e os passarinhos com muito respeito – para alguns praticantes, até mesmo fotografar não vale a pena. 

Para discutir e fomentar a atividade, a cidade sedia de 19 a 21 de setembro, a segunda edição do Workshop de Observação de Aves. Ano passado, o evento foi em Mucugê, na Chapada Diamantina, resultando no registro de 127 espécies, sendo quatro nunca antes identificadas na região. Para Itacaré, a expectativa é ainda maior diante de grandes áreas arborizadas como o Parque da Serra do Conduru e da Reserva Particular do Patrimônio Natural na Fazenda Capitão

Dentre as espécies deste destino, destacam-se o bico-assovelado, a jandaia-de-testa-vermelha, tiriba-grande, papa-formiga-pardo, saíra-pérola, cambada-de-chaves, tangará-rajado, cabecinha-branca e cabeça-encarnada. Mas a grande atração é, sem dúvida, o pequeno beija-flor-bandeirinha. Com ou sem fotografia, com certeza será inesquecível para os que conseguirem avistá-los...