A lista do que fazer em Itacaré inclui as chamadas trilhas interpretativas que trazem descanso e fruição, além de interação homem / natureza, contribuindo na formação da consciência ambiental.


 
Verdade que o sol não anda reinando nesta época...afinal, estamos no outono e, breve, breve, quem chega é o inverno sem dar bola para planos de férias. Mas, tenha certeza: se existe um destino de praia que vale a pena ser curtido por agora, aproveitando preços de baixa estação, é Itacaré. 
 
Lá, a lista do que fazer inclui, por exemplo, trilhas interpretativas pela mata atlântica, que, além de proporcionar descanso e fruição, são também meios eficazes na interação homem / natureza, contribuindo na formação da consciência ambiental e conservação do turismo ecológico. 
 
Nelas, os visitantes passam por roças com nascentes e lagos com pequenas cachoeiras, provam guloseimas artesanais típicas da região, visitam criatórios animais que geram renda e desfrutam da flora exuberante da mata
 
Quer uma dica? O passeio pela trilha da Boa Paz é feito de caiaque, tem lanche delícias da culinária regional e indígena e interpretação da fauna e flora com direito a cachoeiras e piscinas naturais.  A da Cachoeira de Cleandro fica dentro de uma fazenda com roça de cravo e criação de guaiamum (caranguejos gigantes). 
 
Para dar mais aventura a estes roteiros, vá a Cachoeira do Noré. Com uma queda de 15 metros, ela é propícia para a prática de rapel e você ainda percorre uma trilha de 10 minutos por dentro das lindas fazendas de cacau da região. E tem mais opções – trilha da usina, cachoeira do Rio do Engenho, do Tijuípe e, para ecoturistas de carteirinha, vale o Refúgio dos Anjos e Lago Colibri, que conta com hospedagem em eco-camping e aulas de educação ambiental que unem arte e ecologia. Fica a dica! 
 
Mais sobre ecoturismo em Itacaré 
 
Super oferta de junho! Clique e saiba mais